15/12/2011

Fait-divers em clichés

Hoje, na casa maior da democracia, um representante da Nação chamou "ordinário" a um par. Afinal, sempre se encontra a elevação moral da democracia sobre todos os outros regimes.

1 comentário:

Reaccionário disse...

Amigo Sebastianista,

O que é esse «ordinário!» comparado com o «manso, é a tua tia!» de José Sócrates ou os chifres de Manuel Pinho?
Pão e circo, já diziam os romanos. E no nosso caso particular, cada vez mais circo e menos pão.

Abraço.