03/11/2014

A Vida


A vida é o dia de hoje,
a vida é ai que mal soa,
a vida é sombra que foge,
a vida é nuvem que voa;
a vida é sonho tão leve
que se desfaz como a neve
e como o fumo se esvai:
A vida dura um momento,
mais leve que o pensamento,
a vida leva-a o vento,
a vida é folha que cai!

A vida é flor na corrente,
a vida é sopro suave,
a vida é estrela cadente,
voa mais leve que a ave:
Nuvem que o vento nos ares,
onda que o vento nos mares
uma após outra lançou,
a vida – pena caída
da asa de ave ferida –
de vale em vale impelida,
a vida o vento a levou!

João de Deus in «Campo de Flores».

4 comentários:

Felipe Marques disse...

Salve Maria! Queridos amigos em Jesus Cristo, posso reproduzir essa poesia na pagina da Associação Leão XIII no facebook?Irei por a referência ao blog de vocês

Reaccionário disse...

Salve!

Sim, pode reproduzir à vontade.

Obrigado.

Anónimo disse...

João de Deus?!
Vish!!

Espero que não seja um famoso espírita tupiniquim.

Alías,marca vergonhosa ostenta o Brasil de ser o país com maior número de espíritas no mundo.

Reaccionário disse...

Este João de Deus não é brasileiro, nem espírita. É um poeta e pedagogo português do século XIX.