16/06/2015

Imigração e emigração: ontem como hoje

Invasão silenciosa.

Vemos no reino meter
tantos cativos crescer,
e irem-se os naturais,
que se assim for, serão mais
eles que nós, a meu ver.

Garcia de Resende in «Miscelânea», publicada em 1554.

Importa, porém, notar que a situação hoje é muito mais dramática do que no século XVI. Porque, se nessa época as migrações estavam disciplinadas pelo governo benéfico dos nossos reis, que conservavam a unidade religiosa, política e cultural, hoje elas estão totalmente desordenadas, representando assim uma clara ameaça à identidade e à unidade dos povos.

1 comentário:

Anónimo disse...

É trágica a situação da Europa. Os nativos estão ameaçados de extinção e em seu lugar proliferam árabes e africanos sub-saarianos.