06/02/2017

Dizem que hoje somos mais livres...

3 comentários:

Josephvs disse...


When a culture loses faith in itself, barbarians will soon usurp it.

https://twitter.com/PrisonPlanet/status/828784313462292482

jose vieira disse...

É bem verdade o que diz. O meu falecido pai fazia 5000 litros de aguardente de figo por ano. Ainda ali tenho o alambique para recordação. Foi proibido, na prática. As figueiras secaram e agora servem... para aquecer os pés.
Se juntar-mos os milhares de pequenos agricultores a quem aconteceu o mesmo façam as contas ao prejuízo: deixaram de se produzir milhares de litros de aguardente, perderam-se inúmeros postos de trabalho na colheita do figo...
Acho isto tudo uma miséria de governação.

Miguel Lima disse...

Bom e verdadeiro comentário, excepto num ponto: o regime do Estado Novo NÃO foi uma ditadura..., quanto muito, uma ditamole. O regime foi autoritário regrado com tolerância inspirada na Doutrina da Igreja Católica. Foi um regime pró-democracia, sem cair nos defeitos das mesmas, tendo em conta a mentalidade do Portugueses. Acima de tudo, foi um regime que desenvolveu Portugal, que era de gente honesta e competente.