25/06/2017

Televisão: veículo de abominação


A título de exemplo, eis a descrição de uma telenovela transmitida na televisão:
Homem comete adultério e tem filho ilegítimo da secretária. O filho cresce e vira transsexual. Transsexual começa namoro com o sobrinho. O sobrinho descobre que a "namorada" o enganou e é afinal um homem e também tio. Sobrinho agride transsexual. Médico preto apaixona-se por transsexual e agride o sobrinho homofóbico. O sobrinho, que também é racista, é julgado e condenado em tribunal. Transsexual namora agora com o médico preto. Homem adúltero casa com a amante secretária. O casamento é celebrado por um sacerdote preto e "dos tempos modernos". Etc.
Com já dizia Mons. Lefebvre: "A televisão é o tabernáculo de Satanás". Quem quiser manter algum equilíbrio moral e mental, deve abolir esse engenho de sua casa, dedicando mais tempo à família, à oração, às boas leituras, à boa música, ao são convívio, aos divertimentos honestos.

3 comentários:

Lura do Grilo disse...

Já tenho comentado este esgoto no meu blog

Anónimo disse...

A TV em breve será coisa do passado.

O pior está vindo: https://romancatholicimperialist.blogspot.com.br/2017/06/rome-will-lose-faith-and-become-seat-of_29.html

Josephvs disse...

Reacionario :) Um artigo a ler:

http://www.socialmatter.net/2017/06/29/how-communists-overthrew-salazars-regime-in-portugal/