19/10/2017

Se é uma nova nacionalidade, é outra nacionalidade


A nacionalidade portuguesa não é matéria alterável, porque advém da própria essência de Portugal, que é imutável por definição.
Portugal, na boa acepção de Salazar, é "sobretudo uma entidade moral, que se formou através de séculos pelo trabalho e solidariedade de sucessivas gerações, ligadas por afinidades de sangue e de espírito". Daí que nascer em território português não seja condição suficiente para Ser Português, da mesma forma que nascer num galinheiro não é condição suficiente para ser uma galinha.
Já nas primitivas Cortes de Lamego essa ideia ficou bem clara, quando se deixou escrito que os Judeus e os Mouros não são Portugueses.
A República pode até inventar nacionalidades, mas não pode e não consegue, mudar a natureza e essência de Portugal.

Sem comentários: