01/04/2012

Domingo de Ramos: A entrada triunfal em Jerusalém

Depois de dizer estas coisas, Jesus partiu à frente deles, subindo para Jerusalém. Quando Jesus Se aproximou de Betfagé e de Betânia, perto do chamado Monte das Oliveiras, enviou dois discípulos, dizendo: «Ide à aldeia em frente. Quando entrardes nela, encontrareis preso um jumentinho que nunca foi montado. Soltai-o e trazei-o. Se alguém vos perguntar: "Porque o soltais?", respondereis: "Porque o Senhor precisa dele"». Os discípulos foram e encontraram as coisas como Jesus havia dito. Quando estavam a soltar o jumentinho, os donos perguntaram: «Porque soltais o jumentinho?». Os discípulos responderam: «Porque o Senhor precisa dele». Então levaram o jumentinho a Jesus. Colocaram os próprios mantos sobre o jumentinho e fizeram montar Jesus. Enquanto caminhavam, as pessoas estendiam os próprios mantos pelo caminho. Quando Jesus estava junto à descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão de discípulos começou, alegre, a louvar a Deus em voz alta, por todos os milagres que tinha visto. E diziam: «Bendito seja Aquele que vem como Rei, em nome do Senhor! Paz no Céu e glória no mais alto do Céu». No meio da multidão, alguns fariseus disseram a Jesus: «Mestre, manda que os teus discípulos se calem». Jesus respondeu: «Eu digo-vos: se eles se calarem, as pedras clamarão». Jesus aproximou-Se e, quando viu a cidade, começou a chorar. E disse: «Se também tu compreendesses hoje o caminho da paz! Agora, porém, isto está escondido aos teus olhos! Vão chegar dias em que os inimigos farão trincheiras contra ti, te cercarão e apertarão de todos os lados. Eles esmagar-te-ão a ti e aos teus filhos e não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque não reconheceste o tempo em que Deus veio visitar-te».

Lucas 19:28-44

Sem comentários: