18/12/2012

O que se passa com os Anjos?

6 comentários:

Anónimo disse...

Um discurso religioso muito bonito e muito bem explicado. Excelente vídeo.
Maria

FireHead disse...

Eu sempre ouvi dizer que os anjos são muitas vezes representados por crianças porque simbolizam a inocência e virtude.

Reaccionário disse...

Convém, contudo, não esquecer que os Anjos não são todos iguais. Temos os Conciliadores (Serafins, Querubins e Tronos), os Governadores (Domínios, Virtudes e Potestades) e os Ministros (Principados, Arcanjos e Anjos). De todos, apenas os Conciliadores têm aspecto de criança. Os restantes têm aspecto adulto e masculino, como se pode comprovar por este quadro de Botticini (século XV):

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/ff/Francesco_Botticini_-_The_Assumption_of_the_Virgin.jpg

FireHead disse...

Ainda assim, acho que é tudo muito discutível. Mas sinceramente a mim também não me faz muita diferença. :)

Reaccionário disse...

Caro FireHead, mas as Sagradas Escrituras são bastante claras nesse aspecto: sempre que um Anjo se manifesta, causa grande temor entre os Homens.

Creio que a feminização dos anjos tem a ver com o desenvolvimento de correntes humanistas ao longo do tempo. Através da Arte podemos traçar com alguma precisão essas mesmas correntes. Por exemplo, no século XV (pré-Iluminismo) os Anjos são retratados de forma masculina, enquanto que no século XIX (pós-Iluminismo e auge do Romantismo) os anjos são retratados como figuras doces e femininas.

É claro que os Anjos são belos, ou não fossem eles o reflexo de Deus, mas ser belo não é o mesmo que ser frágil. É esta confusão entre "belo" e "frágil" que tem levado muita gente a achar que os Anjos são aquelas figuras 'simpáticas' e até infantis que aparecem por aí.

FireHead disse...

Sim, próprio Lúcifer era - e acredito que é - um anjo belo e poderoso, mas também o pintaram como um chifrudo com asas de morcego.