24/11/2013

Os moderados


Os que advogam a moderação em matéria política são quase sempre moderadamente inteligentes, moderadamente sensatos, moderadamente corajosos, moderadamente honestos, moderadamente virtuosos. Às vezes, até moderadamente moderados.

Bruno Oliveira Santos in blogue «Nova Frente», Julho de 2006.

2 comentários:

ASCENDENS ASCENDENS disse...

É a alergia à verdade. Como não concebem que haja Verdade, ou não a aceitam, acham que uma posição é uma afirmação sempre falível. Por isso todas as repostas possíveis seriam falíveis menos a "não resposta". Contudo, por orgulho, não lhe sabe bem dizer "não sei", ou "não acredito que se possa saber ao certo", apanham o suficiente das afirmações opostas e nelas ancoram uma vivência parasitária. Praticam assim a crença do "meio termo", um "budismo de bolso", mas também no qual não creem. Não creem !? ... Isso mesmo, no qual também não creem: não aplicam a mesma regra ao salário que recebem, nem às suas coisas materiais, ao fim e ao cabo são materialistas e a sua crença serve afinal como uma defesa para uma eterna cobardia.

w disse...

genial!