15/08/2017

Assim nasceu o Mosteiro da Batalha


Na manhã de 14 de Agosto de 1385, momentos antes da Batalha de Aljubarrota, o príncipe D. João, Mestre de Avis, fez um voto solene à Santíssima Virgem, no qual se comprometia a erigir um mosteiro em Sua honra, em caso de vitória portuguesa. E assim aconteceu. Na véspera da Assunção de Maria, o pequeno exército português (de 7.000 homens) conseguiu um triunfo retumbante sobre o poderoso exército castelhano (de 40.000 homens). O príncipe D. João cumpriu a sua promessa, e terminada a guerra, mandou edificar o Mosteiro de Santa Maria da Vitória ou Mosteiro da Batalha.

3 comentários:

Anónimo disse...

Uma proporção de 7 portugueses para 40 castelhanos, é obra! Seria uma vitória impossível, não fosse a protecção da Virgem Maria e a mestria do Santo Condestável.

Reaccionário disse...

E não é caso único. Portugal conhece muitos casos de vitórias "impossíveis".

Unknown disse...

Magnifico