20/06/2018

Portugal: um exemplo sem igual


Em todas as regiões do mundo por onde passei, sempre que via uma ponte perguntava quem a construíra e sempre me respondiam: os portugueses. Diante de uma estrada e ao fazer semelhante pergunta, a resposta era idêntica: os portugueses. E quando se tratava de uma igreja ou de uma fortaleza, sempre a mesma resposta: os portugueses, os portugueses, os portugueses.
O meu desejo seria que, se Marrocos se tornasse algum dia esquimó ou chinês, os nossos sucessores lá encontrassem tantas reminiscências francesas como portuguesas nós temos achado.

Marechal Hubert Lyautey, General-Residente de França em Marrocos (1912-1925).

1 comentário:

Anónimo disse...

Portugal, bem como a Espanha (Reinos então católicos), foram obliterados pelo Judaísmo/Sionismo, enfim pela Maçonaria criada pelos judeus. Todos os países cristãos que há alguns séculos não escancararam suas portas aos planos maçônicos foram ostracizados. Daí, onde a maçonaria incentivou o chamado avanço científico moderno e a economia moderna, foram os países de muita influência protestante. O incentivo monetário, para se criar a imagem de que o liberalismo e o modernismo é o caminho superior para a fraternidade e o bem estar universal, foi dado aos países que cedo abraçaram os ideais maçônicos. E porque eu digo isto:

Os primeiros países a alargarem suas fronteiras de forma internacionalizada foram Portugal e Espanha, mas não somente no sentido comercial, ao lado disso teve o interesse de cristianizar e evangelizar os povos d'além mar. Os judeus (já dominantes na esfera comercial) viram isso como algo perigoso para seus interesses globais, com isso, trabalharam para suplantar essas duas nações criando a Revolução Protestante que daria duro golpe na expansão católica e cem anos depois outro duríssimo golpe com as idéias liberais, que promoveriam os maiores assassinatos da história mundial, a chamada Era das Revoluções.

Os feitos de Portugal, só não são mais estudados, mais reconhecidos e mais divulgados nas nações graças a atuação da Maçonaria. Hoje vemos que Portugal (principalmente após a entrada na EU) está mais maçonizado que após o ano de 1906. Portugal está sendo muito cortejado, mas enganam-se, que sua economia terá um crescimento ao nível dos países mais aquinhoados. O mundo está noutra fase e os Globalistas estão a engolir a tudo e a todos como um polvo.

A história hoje é a de abafar os méritos e heroísmo de qualquer nação, EXCETO AS DAS FAMÍLIAS MAIS PODEROSAS DA TERRA.

Tristes tempos.

Eduardo