23/12/2011

IV Écloga


É chegada, agora, a última idade da canção de Cumae; a grande linha dos séculos começa de novo. Agora, a Virgem retorna, o reino de Saturno retorna; agora, uma nova geração desce do alto dos céus. Queira tu, casta Lucina, sorrir para o nascimento da criança, sob a qual a geração de ferro cessará e a geração de ouro germinará por todo o mundo. O teu Apolo agora é rei.

Virgílio in «Bucólicas».

Sem comentários: