13/06/2013

Santo António


Martelo de hereges, volta à vida!
que a tua língua resplandeça ardente,
p'ra bem de tanta alma empedernida.

Lá donde estás, António, não nos deixes!
Se os homens te esqueceram negramente,
lembra-te, Santo, que ainda tens os peixes!

António Sardinha in «Pequena Casa Lusitana».

3 comentários:

Anónimo disse...

Lindo. Tenho uma imagem de Santo António na minha mesa de cabeceira desde que faleceu uma grande amiga de família, ainda relativamente nova, com cancro. No dia em que ela faleceu, por absoluto acaso passei numa loja de artigos diversos e d'alguns Santos. Na montra vi esta imagem e resolvi comprá-la. Tinha estado à cabeceira desta nossa amiga na véspera do seu falecimento e tínhamos trocado impressões sobre a Fé e a devoção a alguns Santos, Santo António era um dos seus. Certamente que a conversa tida entre as duas e o facto eu ter passado naquele exacto dia, naquela precisa rua, em muito contribuiu para o meu gesto.
Tenho uma Fé profunda em Nossa Senhora de Fátima, tudo o que lhe tenho suplicado em horas menos boas, para mim e para os meus, me tem sido concedido. E devo acrescentar, para quem não tenha Fé e eu respeito, que não se pode viver em tempo algum e menos ainda neste que o nosso país atravessa, sem ter Fé num Ser Superior ou a nossa vida terrena tornar-se-ia num verdadeiro inferno, mais do que já é, porque o sofrimento físico e psicológico tomaria conta do ser que nos habita, sem remissão.
Maria

Nota breve: uma saudação especial pelas imagens belíssimas e poemas lindos que tem vindo a passar.

Anónimo disse...

"...tudo o que Lhe tenho suplicado..."

Faltou acrescentar, por desnecessário, que quem tem Fé como eu tenho, crê tanto em Nossa Senhora como em Seu Sagrado Filho Jesus Cristo Nosso Senhor.
Maria

FireHead disse...

Este sim, o nosso grande, senão mesmo principal, Santo! Aqui em Macau ele também não foi esquecido. Não é por acaso que por cá temos uma igreja dedicada a ele.

Grande abraço.