Abolição das Nações: um objectivo comunista

Pintura de Marx, Engels e Tito no Inferno

Aos comunistas tem sido censurado de querem abolir a pátria, a nacionalidade.
Os operários não têm pátria. Não se lhes pode tirar o que não têm. Na medida em que o proletariado tem primeiro de conquistar para si a dominação política, de se elevar a classe nacional, de se constituir a si próprio como nação, ele próprio é ainda nacional, mas de modo nenhum no sentido da burguesia.
Os isolamentos e as oposições nacionais dos povos vão desaparecendo cada vez mais com o desenvolvimento da burguesia, com a liberdade de comércio, com o mercado mundial, com a uniformidade da produção industrial e com as relações de vida que lhe correspondem.
A ditadura do proletariado fá-los-á desaparecer ainda mais depressa.

Karl Marx e Friedrich Engels in «Manifesto do Partido Comunista», 1848.

§

Relembro ainda como Marx defendeu o comércio-livre porque este «desagrega antigas nacionalidades e leva o antagonismo entre o proletariado e a burguesia ao ponto extremo».

Sem comentários: